Estudo astrologia há pelo menos vinte anos. E nos últimos três mergulhei fundo no estudo dessa linguagem. Cada vez me apaixono mais. A possibilidade de autoconhecimento que a leitura de um mapa astral tem é absolutamente inacreditável. E, exatamente por isso, é tão potente.

Ver-se ali, escrito, é surpreendente. E abre espaços de reflexão que nos permitem ampliar muito a nossa visão de mundo, de nós mesmos, de como a vida funciona, dos acontecimentos, da nossa forma de funcionar...

No consultório e nos trabalhos em grupo uso muito a astrologia, seja pelo mapa de quem está à minha frente, seja a partir do clima astrológico do momento, que indica ciclos, fluxos e possibilidades coletivas.

Atendo também para leituras específicas de mapa natal, numa sessão com olhar terapêutico e cujo objetivo é trabalhar para descortinar luz e sombra, potências e desafios dessa existência, e não fazer previsões de curto, médio ou longo prazo. Se quiser saber mais, me pergunta

 mapa do eclipse total de sol, 21/08/2017

mapa do eclipse total de sol, 21/08/2017