cópia de Centro Livros.JPG

esse blog nasceu de um constante mergulhar em mim mesma e no universo ao meu redor. Perguntar-nos 'Quem sou eu?' é pra que estamos aqui!


this blog was born from a non-stop dive into myself and the universe around me. To ask onself 'Who am I?' is what we are here for!

Ciclos do Feminino

Ciclos do Feminino

Tudo está em movimento o tempo todo. Se o átomo vibra, as moléculas vibram, as células vibram, os órgãos vibram, o corpo vibra. Assim como tudo no universo. Observando a natureza ao nosso redor, fica fácil de perceber isso. O movimento, em ciclos de vida, morte, vida se faz presente nas árvores que recolhem, renascem, florescem e dormem de novo…, na grama que cresce nas chuvas e seca no frio, nas flores que desabrocham a cada estação.

No nosso corpo físico também é fácil perceber, unhas, cabelos, pelos, pele que cresce e morre e nasce o tempo todo. No desenvolvimento psíquico temos ciclos a cada 7 anos para as mulheres e 8 anos para os homens. Cada ciclo tem em si o nasce, cresce, recolhe e transforma…

Conhecer as demandas psíquicas de cada ciclo de vida nos ajuda a fluir com esse movimento da natureza de todas coisas, como um farol que indica a direção. Para as mulheres, é reconhecer seus ciclos do feminino, sua Lua, seu ventre como farol. O que Clarissa Pinkola nomeou como Vasalisa, a boneca no bolso. Ler nosso ventre é ler nossa intuição, nosso farol.

A cada ciclo de 7 anos desde a primeira menstruação, que acontece por volta dos 14 nos, quando o segundo setênio está completo, o feminino em cada mulher se modifica. Cada fase um arquétipo predominante, que irradia energia e influencia a psique daquele feminino em desenvolvimento. Momentos mais egoísta e momentos mais doador, esse feminino que flui em sintonia com o que vibra o farol no ventre e no Céu, tem uma expressão mais integrada em si e no mundo.

No dia 05 de Abril estarei novamente no Espaço Satya com o mini-curso “Ciclos do Feminino”, sucesso no ano passado, para podermos vivenciar essas energias arquetípicas ligadas aos ciclos do feminino, trazer à consciência nossa história e vivê-la de forma mais integrada e fluida. Vamos?

ano astrológico 2019: foco responsabilidade transformação

ano astrológico 2019: foco responsabilidade transformação

o desafio de cortar o cordão umbilical

o desafio de cortar o cordão umbilical